InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 O Bar Bourbon

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Willow Kuffman
Cannons
Cannons
avatar

Mensagens : 43
Pontos : 81
Data de inscrição : 10/12/2012
Idade : 21

Ficha do Morador
Dinheiro na Carteira: 500 Reais
Mochila:

MensagemAssunto: O Bar Bourbon   Sab Mar 08, 2014 7:41 pm



Bourbon


O Bartollo é restaurante, bar, café. É sim um lugar internacional mas com a simpatia local sempre presente. Um ambiente modernoso e requintado que não deixa ninguém botas defeito, suas mesas são organizadas e sempre limpas, a comida é ótima, o atendimento sempre perfeito e os garçons e garçonetes dão vontade de levar para casa! Mas não se passe muito, como todos aqui eles também sabem ser rudes.
Template feito por Lockey ... no Terra de Ninguém

[center]Template EXCLUSIVO da Administração
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cherrie M. Artley
Patrulha de Defesa
Patrulha de Defesa
avatar

Mensagens : 6
Pontos : 6
Data de inscrição : 09/03/2014
Localização : Muros

Ficha do Morador
Dinheiro na Carteira: 200 dólares
Mochila:

MensagemAssunto: Re: O Bar Bourbon   Sab Mar 15, 2014 10:38 pm

let's drink, bitches!

Frio e garoa. O melhor clima da noite de Nova York... Só que não. Olhei para o relógio e espreguicei-me em minha cama. O que tinha de errado em passar o sábado a noite em casa? Olha, não me entenda mal, eu adoro o distrito, e adoro muito mais o meu trabalho, mas quando eu tenho o dia de folga, bem, geralmente gosto de passar o tempo com minha cama e os travesseiros.
Levantei da cama que acabara de me envolver tão confortavelmente em seus lençóis e suspirei, ouvindo passos apressados no quarto ao lado. Ashlyn. Dei um sorriso e revirei os olhos. Gêmea completamente igual, e ao mesmo tempo tão diferente. É, acho que mamãe tinha nos feito direitinho mesmo. Caminhei até o armário, enquanto mandava a preguiça embora com uma espreguiçada leve. Ia ser bom sair com a minha irmã para algo além de servir o distrito.

(***)
-Agora você vira à direita.
Alertei para a minha irmã enquanto olhava as ruas do Distrito. Era bom ver a reação das pessoas, depois de tanto tempo vivendo sobre medo constante. Era bom ver as crianças pequenas correndo de um lado para o outro, enquanto os pais, sem querer levar uma bronca das mulheres, corriam atrás de suas crianças para manter sempre um olho nelas. Casais de idosos sentavam nos bancos da praça, cada um lembrando contando ao outro como chegaram ali, ou talvez como conheceu o seu primeiro amor. Sorri fraco. Essa era a única coisa que me faziam proteger os Muros: ver as pessoas felizes, depois de tantas desgraças e perdas.
-Calma! É aqui.
Olhei para o Bar que estava começando a ficar cheio. "Porque não viemos antes?" Dei um risinho ao achar a resposta em minha cabeça: Ashlyn e suas roupas. Mas isso não importava agora. Abaixei o espelho do passageiro e dei um retoque em meu batom, enquanto esperava minha irmã estacionar o carro para que pudéssemos entrar.


___________________
Cherrie Mackenzie Artley , love!
♣️ princess artley  ♣️ defence patrol ♣️ youger twin ♣️
'cause i am tnt, i am dynomite



Última edição por Cherrie M. Artley em Sab Mar 15, 2014 11:00 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
James B. Maverick
Patrulha de Busca
Patrulha de Busca
avatar

Mensagens : 4
Pontos : 4
Data de inscrição : 09/03/2014
Localização : Parte Sul

Ficha do Morador
Dinheiro na Carteira: 200 dólares
Mochila:

MensagemAssunto: Re: O Bar Bourbon   Sab Mar 15, 2014 10:58 pm


Eight Days At Week

Before it gets better the darkness gets bigger, the person that u take a bullet for is behind the trigger.

Mais uma vez eu fui tirada da cama por Cherrie que parecia ser incapaz de sossegar. É claro que em um dia chuvoso e delicioso como aquele, minha melhor opção era prolongar meu soninho da tarde e poder cochilar mais, mas não... É claro que tínhamos que sair da cama para fazer algo... Coisa que eu até gostava. A verdade era que eu andava preocupada demais com Vincent desde que ele havia saído em sua última expedição com os patrulheiros de busca e estava demorando demais para retornar. Eu e meu namorado estávamos juntos a seis anos e morando junto dele e da minha irmã, era difícil tê-lo longe por mais de uma semana... Mas eu sabia que ele retornaria logo... Se fosse como o presidente Benson havia prometido, estaria de volta essa noite ainda. Por conta da minha ansiedade e humor alterado, minha irmã havia decidido que sair para beber era a melhor coisa a se fazer e eu concordava. Eu sempre adorei uma boa festa e sentia falta de sair apenas as duas como costumávamos fazer antes de tudo. Seria divertido.
Como sempre, eu fui dirigindo. Não sei a razão, mas Cherrie nunca foi uma fã de volantes. O distrito não era enorme, mas por alguma razão -talvez ocupada demais em meu serviço -não tive a oportunidade de conhecer todos os seus estabelecimentos. Minha irmã foi nos guiando conforme eu rodava com o carro e com um berro que quase me fez perder o controle do volante, avisou que havíamos chegado. Olhei feio para a loira que era uma cópia minha e balancei a cabeça negativamente.
-Você ainda nos mata. Eu já vi!
Reclamei enquanto estacionava o veículo cuidadosamente. Era engraçado como minha gêmea e eu não tínhamos diferenças físicas. Nós costumávamos nos divertir quando éramos mais novas, trocando roupas em festas e ficando uma com o "ficante" da outra sem que nenhum deles percebesse. Mais do que irmãs, Cherrie e eu sempre fomos amigas, melhores amigas, e isso era algo simplesmente lindo sobre nós.
Ambas adentramos o bar enquanto eu abria um sorrisinho com a decoração escura e a música animadora. Algumas pessoas dançavam, outras jogavam sinuca e outras, assim como Cherrie e eu fizemos, estavam sentadas no bar pedindo por bebidas. Abri um sorriso para a minha irmã, já conhecendo-a bem o suficiente para saber como começaríamos a noite. Pisquei para ela, voltando-me ao homem atrás do balcão.
-Dois shots de tequila por favor? -Sorri para o meu clone. -Só para começar a noite bem
Day: Que dia é hoje?    Place: Voando no sétimo céu    With: Meu namorado imaginário    Humor: Loca loca loca                    Clothing: Link  
credits @

___________________

Every Rose Has Its Thorn
Power xx Patrulha de Busca xx Vincent <3 xx Twin
Maay ₢



Última edição por Ashlyn Artley em Dom Mar 16, 2014 12:30 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Eve Knight
Cientistas
Cientistas
avatar

Mensagens : 14
Pontos : 16
Data de inscrição : 09/03/2014

Ficha do Morador
Dinheiro na Carteira: 130 dólares
Mochila:

MensagemAssunto: Re: O Bar Bourbon   Sab Mar 15, 2014 11:19 pm

Even in death our love goes on


- Pode encher – Eu disse, olhando casualmente para o meu copo vazio, o bartender me olhou com censura mas como sempre eu não dei a mínima. Eu observei o liquido dourado enchendo meu copo.

Duas garotas entraram no bar e se colocaram ao meu lado. Elas eram gêmeas, e realmente lindas por sinal. Cabelos dourados e olhos azuis. Dei uma olhada de lado, elas haviam pedido uma dose de tequila cada, héteros com certeza. Eu respirei fundo e peguei um cigarro de dentro da minha bolsa e junto dele o meu isqueiro de prata. O bartender me olhou friamente.

- É proibido fumar aqui garota – ele disse com a voz grossa. Eu dei um sorriso frio e coloquei o copo de whisky entre meus lábios. Mas que tedio. Quando o bartender se virou eu acendi o cigarro e dei uma longa tragada. Eu senti a onda de prazer enquanto a nicotina entrava em meu corpo. Olhei entediada a meu lado novamente e as duas garotas conversavam entre si. Me virei novamente mirando meu copo e bebi mais um gole enquanto brincava com meu isqueiro.

Eu realmente não sei porque estava aqui, eu não sou uma pessoas extremamente sociável mas eu não conseguia ficar presa em casa, eu precisava sair, me distrair. Ou pelo menos tentar.

Thanks, Baby Doll @ ETVDF!

___________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cherrie M. Artley
Patrulha de Defesa
Patrulha de Defesa
avatar

Mensagens : 6
Pontos : 6
Data de inscrição : 09/03/2014
Localização : Muros

Ficha do Morador
Dinheiro na Carteira: 200 dólares
Mochila:

MensagemAssunto: Re: O Bar Bourbon   Sab Mar 15, 2014 11:37 pm

let's drink, bitches!

Sorri largo para a minha irmã. Nada melhor que ter a velha Ashlyn de volta. Olha, não que eu não goste dela agora, mas, qual é, nada supera a época em que ela era solteira. Nós costumávamos ir para as baladas e trocar ficantes, e uma vez até mesmo deixamos um cara que estava fumando LCD mais louco do que ele já estava, chegando ao ponto de sair da balada gritando: "É um apocalipse de zumbis gêmeos! Salvem-se quem puder!". Acho que deveríamos ter levado aquele cara mais sério.
-Um só? Espero que seu namorado não chegue hoje.
Levei o pequeno copo, que sempre achei uma graça, por falar nisso, aos meus lábios com uma mão, e peguei o limão com sal na outra.
-Bom, à noite das irmãs.
Sorri e tomei o shot de tequila, que desceu queimando suavemente minha garganta. Não que fosse uma bebida fraca, mas depois de tantas bebidas já experimentadas, e finais de festa não muito... legais, você acaba se acostumando com o gosto de tudo. Coloquei o limão salgado em minha boca e depois o joguei em cima da mesa, e sorri para o bar tender.
-Um whisky, por favor.
Quando voltei o olhar para a minha irmã, uma garota atrás dela chamou minha atenção. Seu cabelo de cores exóticas foi o que me fez repará-la para começar a conversa. Mas seu rosto não me era estranho. Na verdade...
-Espera ai, você é a Eve não é? -Olhei desconfiada para a garota. -Porque eu tenho certeza que você estudou na mesma escola que a gente.
Olhei curiosa para a garota. Lembro dela andar sozinha, enquanto eu e minha irmã andava com a nossa turma "popular demais" para andar com todo o tipo de gente.

___________________
Cherrie Mackenzie Artley , love!
♣️ princess artley  ♣️ defence patrol ♣️ youger twin ♣️
'cause i am tnt, i am dynomite

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Eve Knight
Cientistas
Cientistas
avatar

Mensagens : 14
Pontos : 16
Data de inscrição : 09/03/2014

Ficha do Morador
Dinheiro na Carteira: 130 dólares
Mochila:

MensagemAssunto: Re: O Bar Bourbon   Dom Mar 16, 2014 12:11 am

Memories


A fumaça do cigarro me preenchia enquanto a nicotina me acalmava. Era realmente irônico como uma cientista como eu pudesse ter um vicio como esse. Centenas de pesquisas feitas e provando que o cigarro era uma mal e deveria ser erradicado. Eu ri baixinho comigo mesma. Todos iriamos morrer, e eu não via problema nenhum em adiantar o processo. Eu não tinha ninguém por quem viver, então porque deveria me importar?
Enquanto eu brincava com meu isqueiro eu ouvi uma voz ao meu lado.
- Espera ai, você é a Eve não é? Porque eu tenho certeza de que você estudou na mesma escola que a gente.
Eu me virei na direção em que a voz se encontrava e tentei reparar mais nas garotas a minha frente. Não podia ser, Cherrie e Ashlyn? Meus pensamentos vagaram até alguns anos atrás. Sim nós estudávamos na mesma escola. E sim, as duas fizeram a minha vida um inferno. Elas eram as garotas mais populares da escola, e eu, bom eu era apenas a garota pobre e estranha que estudava com o auxilio de bolsa escolar e gostava de estudar medicina avançada mesmo com apenas 14 anos. Por um breve momento eu senti minhas defesas caírem. Mas apenas por um momento.
Eu olhei nos olhos da garota que havia falado comigo. Eu não fazia a mínima ideia de qual das duas ela era mas não me importei. Eu traguei meu cigarro novamente e segurei a fumaça por alguns segundos, depois de solta-la lentamente eu sorri e respondi.
- Sim, nós estudávamos na mesma escola.



Thanks, Baby Doll @ ETVDF!

___________________


Última edição por Eve Knight em Dom Mar 16, 2014 12:38 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
James B. Maverick
Patrulha de Busca
Patrulha de Busca
avatar

Mensagens : 4
Pontos : 4
Data de inscrição : 09/03/2014
Localização : Parte Sul

Ficha do Morador
Dinheiro na Carteira: 200 dólares
Mochila:

MensagemAssunto: Re: O Bar Bourbon   Dom Mar 16, 2014 12:22 am


Eight Days At Week

Before it gets better, the darkness gets bigger, the person that u take a bullet for is behind the trigger.

Abri um sorriso com o que escutei sair da boca da minha irmã e tive de revirar os olhos. Enquanto ela esperava que Vincent não chegasse, eu rezava para vê-lo bem. Olhei para o copo que o barman havia entregue e abri um sorriso em agradecimento, enquanto pegava um pouco de sal e levava a boca, antes de ouvir o que minha irmã disse e assentir com uma piscadela.
-À Noite das irmãs.
Respondi o brinde enquanto virava o copo e deixava o líquido descer por minha garganta, sentindo-o queimar de leve, mas antes que pudesse ficar pior, chupei o pedaço de limão entregue, amenizando a sensação. Dei uma risadinha, enquanto batia o copo totalmente vazio, de ponta cabeça para o balcão. Joguei o cabelo para trás em um gesto exagerado de "metidez".
-E é assim, querida Cherrie, que se bebe um shot.
Brinquei enquanto ouvia minha gêmea pedir um Wiskey. Fiquei na dúvida com qual bebida pedir, mas por fim optei por uma Marguerita de morango, que eu sabia ser deliciosa naquele estabelecimento. Era engraçadíssimo como nós não produzíamos mais alguns alimentos que produzíamos no mundo exterior, mas ainda tínhamos todos os tipos de bebida possíveis... Por mais que custassem bem mais do que o normal. Péssimo timing para atingir a maioridade.
Tive a atenção tirada para Cherrie que virava os olhos para um ponto atrás de mim e franzia a testa, chamando por uma garota que eu não havia reparado estar ali antes. Cabelos roxos, pele clara demais... Eu reconheceria aquele rosto de qualquer lugar, ainda mais por ter escrito "vadia" no meu anuário escolar do último ano do colegial. Eve sempre foi uma pessoa bem... Peculiar. Nós costumávamos tirar muito sarro dela quando mais novas... Estremeci ao me lembrar da vez em que Cherrie, eu e algumas amigas roubamos as roupas da pobre garota após o treino de educação física e rimos demais ao vê-la sair pelos corredores de toalha... Coisas que eram engraçadas na época, mas agora me pareciam extremamente cureis. Tive que baixar os olhares com vergonha de fitar os olhos da menina que atormentamos tanto.
-Quanto tempo, Eve! -Tive de comentar para entrar na conversa. -O que tem feito por aqui? Fico feliz em ver alguém que tenha estudado conosco e que esteja bem depois de... Bem, depois de tudo o que aconteceu.
Day: Que dia é hoje?    Place: Voando no sétimo céu    With: Meu namorado imaginário    Humor: Loca loca loca                    Clothing: Link  
credits @

___________________

Every Rose Has Its Thorn
Power xx Patrulha de Busca xx Vincent <3 xx Twin
Maay ₢

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vincent J. Schmitt
Infectados
Infectados
avatar

Mensagens : 3
Pontos : 5
Data de inscrição : 15/03/2014

Ficha do Morador
Dinheiro na Carteira: 200 dólares
Mochila:

MensagemAssunto: Re: O Bar Bourbon   Dom Mar 16, 2014 12:54 am






Heroes Come Back




Finalmente, havíamos chegado na Central. Eu havia saído da muralha devido a uma missão que o presidente Benson havia incumbido-me junto a um pelotão de seis homens, nossa missão era simples, pegar umas armas que foram deixadas em uma vila na última expedição e voltar em segurança. Entretanto tivemos vários problemas, perdemos dois homens e eu fora forçado a batalhar mano-a-mano com um infectado, estava com um dos braços meio abatidos, mas isso não era importante, o sucesso da minha missão era.

Eu fora treinado a muitas vezes deixar de salvar vidas para cumprir minha missão e apesar de isso doer na minha alma era o que me era ordenado e como um bom soldado eu seguia cegamente isso. Quando cruzamos o portão pude ver as luzes da cidade, passaram-se apenas alguns dias que eu tinha saído, mas era bom está de volta, afinal quando se é membro da Tropa de Busca você pode morrer a qualquer momento e eu agradecia por poder ver a cidade mais uma vez, mas havia algo a quem eu gostaria de ver mais, Ashlyn.
- Hey comandante, você pode ir, eu cuidarei dos seus afazeres e levarei o relatório da missão para o Presidente. - Disse um de meus companheiros de missão como se lesse meus pensamentos.
- Tudo bem, conto com você, soldado - Dei um aceno a ele e fui em direção a minha casa.

Quando cheguei lá não havia ninguém, considerando que moro com duas gêmeas loucas me surpreendia que não houvesse sequer um indício de loucura da parte delas, já que elas não estavam tomei a liberdade de tomar um banho, tirei meu colete e fui em direção ao chuveiro, era bom sentir a água molhar meu cabelo, um dos poucos prazeres que eu fazia questão de nunca perdê-lo. Sai do banheiro e me vesti, como Ash e Cherrie não estavam decidi dar uma volta pelo Distrito, afinal era muito melhor do que deitar e tentar dormir, mas antes de sair coloquei alguns curativos no meu corpo aonde apresentassem ferimentos mais graves, um na bochecha direita, um no lado esquerdo do pescoço, um no bíceps esquerdo e o último estava enfaixando um pequeno corte que sofrera no contato com o infectado e então saí da casa, carregando no bolso um presente para minha amada.


Andei por um tempinho até que encontrei um Bar chamado "Bourbon", dei de ombros e acabei entrando, mas para minha surpresa avinhe quem encontrei. As gêmeas mais doidas do distrito, dei um sorriso quando as vi, eu estava com saudades das duas apesar de que não diria isso em voz alta perto da Cher, ou ela iria zoar com a minha cara pelo resto da semana. Me aproximei devagar e tentei não fazer barulho, percebi uma outra garota ali, mas não a conhecera, ou não me recordava dela. Já perto o suficiente me aproximei do ouvido de Ash e disse em um sussurro:
- Que coisa feia! Achei que estaria em casa me esperando, fiquei até magoado.




valeu @ cács!

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cherrie M. Artley
Patrulha de Defesa
Patrulha de Defesa
avatar

Mensagens : 6
Pontos : 6
Data de inscrição : 09/03/2014
Localização : Muros

Ficha do Morador
Dinheiro na Carteira: 200 dólares
Mochila:

MensagemAssunto: Re: O Bar Bourbon   Dom Mar 16, 2014 1:04 am

let's drink, bitches!

Olhei para a minha irmã e juntei as sobrancelhas em um tom de deboche.
-Martini de morango? Isso aí tem mais glicose do que alcoól.
Fiz uma careta e voltei a olha para a garota ao lado de minha irmã. Ah, então era ela que sempre brincávamos e tirávamos sarro? Como não me lembrei dela? A pele branca que mais parecia ter visto formol do que Sol sua vida inteira. Logo à minha mente, veio a lembrança da garota andando para longe de nós e chorando, enquanto eu segurava sua blusa com a minha mão e rodopiava-a, logo depois de termos roubado as roupas de seu armário.
Juntei as sobrancelhas pensando na época da escola, e como as coisas tinham mudado. Eu e minha irmã tínhamos mudado tanto ao longo dos anos, que decidimos deixar o passado para trás e nunca mais pensar nas babaquices que tinham sido feitas na época da escola.
-Sabe, nós éramos bem idiotas de pegar no seu pé. Acho que pensávamos que o mundo nunca... bem... ia acabar desse jeito.
Dei de ombros e tomei um gole de minha bebida. Logo, ouvi uma voz conhecida até demais para o meu gosto e sorri, olhando para trás e vendo o namorado de minha irmã.
-Uma pena que veio inteiro.
Falei com um tom de deboche e brincadeira. Eu tinha sentido falta de suas piadas que nem um jegue empacado ria, como uma vez ele tinha nos contado: "Qual foi o peixe que caiu do prédio? AAAAA-TUM!" e minha reação foi apenas olhar para ele com um olhar de desaprovação. Mas, ali estava ele, são e salvo depois de uma missão tão longa... Assim eu esperava, pelo menos.

___________________
Cherrie Mackenzie Artley , love!
♣️ princess artley  ♣️ defence patrol ♣️ youger twin ♣️
'cause i am tnt, i am dynomite

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Eve Knight
Cientistas
Cientistas
avatar

Mensagens : 14
Pontos : 16
Data de inscrição : 09/03/2014

Ficha do Morador
Dinheiro na Carteira: 130 dólares
Mochila:

MensagemAssunto: Re: O Bar Bourbon   Dom Mar 16, 2014 1:24 am

Train Of Thoughts


As duas olharam para mim, o semblante das duas era quase igual. As duas sentiam a mesma coisa, vergonha, culpa? Eu não saberia dizer.  Uma delas me perguntou o que eu andava fazendo com aminha vida. Mas o que mais me surpreendeu foi o que a outra disse para mim.

- Sabe, nós éramos bem idiotas de pegar no seu pé. Acho que pensávamos que o mundo nunca... bem... ia acabar desse jeito. Eu ouvi ela dizer.
A ultima lembrança que tinha daquelas garotas era a visão turva por causa das lagrimas enquanto eu corria para longe delas, as minhas roupas ainda em suas mãos. Eu não sabia o que responder então só traguei meu cigarro mais uma vez e disse sem muita emoção.

- Aquilo foi a muito tempo atrás, pessoas mudam. Atualmente eu trabalho como cientista aqui, estou começando um projeto envolvendo o sangue dos infectados e a mudança biológica no mesmo.

Um homem entrou no bar e foi direto em encontro as garotas. Eu não o reconheci mas dei de ombros. As duas se viraram felizes por vê-lo. Pelo que pude ouvir ele tinha acabado de voltar de uma missão. Eu sorri vagamente para ele e dei mais um gole em meu Whisky.



Thanks, Baby Doll @ ETVDF!

___________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
James B. Maverick
Patrulha de Busca
Patrulha de Busca
avatar

Mensagens : 4
Pontos : 4
Data de inscrição : 09/03/2014
Localização : Parte Sul

Ficha do Morador
Dinheiro na Carteira: 200 dólares
Mochila:

MensagemAssunto: Re: O Bar Bourbon   Dom Mar 16, 2014 1:33 am


Eight Days At Week

Before it gets better, the darkness gets bigger, the person that u take a bullet for is behind the trigger.

Prestei total atenção a conversa com Eve enquanto ela agora nos contava o que fazia da vida. Eu ainda estava um pouco em choque pelo comentário de minha irmã para a garota e fiquei feliz pelo que ela havia dito, também por mim que pretendia me desculpar. Abri um sorriso para a menina de cabelos coloridos esperando que ela realmente estivesse sendo sincera em suas palavras e desculpando-nos pelos tempos negros do colégio. Nós éramos adultas agora e era aquilo que importava. Abri um sorriso ao reparar que minha bebida chegou e dei um gole ignorando o comentário da minha irmã sobre o drink. Eu adorava bebidas doces e não me importava de tinha "mais açúcar do que alcool", eu tinha tirado a noite para me divertir, não ficar totalmente louca.
Eu senti certa aproximação, mas por hora não dei muita atenção para isso. Estávamos em um bar cheio e apertado, aproximação era basicamente a lei base para aquele lugar, mas assim que consegui inalar aquele cheiro de perfume masculino que me era tão familiar, não pude deixar o sorriso de se estampar em minha face. Meu coração disparou forte e eu conseguia quase ouvir suas batidas. Quando me virei e vi o rosto de Vincent, eu senti vontade de chorar. Pulei nos braços do meu namorado, sentindo o alívio tomar conta de mim por saber que estava bem.
-Oh Vincent! Não acredito que está aqui! E... -Abri um sorrisinho, feliz por ver apenas poucos curativos em seu corpo. -Quase inteiro.
Brinquei, puxando seu rosto para perto do meu e matando minhas saudades de uma semana em um beijo. Eu havia ficado tão preocupada... Agora era perfeito conseguir sentir o alívio em mim. Soltei um suspiro, abraçando-o forte sem querer solta-lo. Abri um sorriso adorando aquela sensação que era ser envolvida por seus braços, que quase me escondiam por nossas diferenças de tamanho. Engoli em seco.
-Cherrie me forçou a sair, eu juro! -Brinquei apontando para a minha irmã, mostrando a língua. -Eu nem acredito que está mesmo aqui... Aliás, essa é nossa colega, EVe.
Apresentei à Vincent a garota de cabelos coloridos sentada próxima de nós no bar. Sorri para ambos, sentindo meu coração em ritmo acelerado.
Day: Que dia é hoje?    Place: Voando no sétimo céu    With: Meu namorado imaginário    Humor: Loca loca loca                    Clothing: Link  
credits @

___________________

Every Rose Has Its Thorn
Power xx Patrulha de Busca xx Vincent <3 xx Twin
Maay ₢

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vincent J. Schmitt
Infectados
Infectados
avatar

Mensagens : 3
Pontos : 5
Data de inscrição : 15/03/2014

Ficha do Morador
Dinheiro na Carteira: 200 dólares
Mochila:

MensagemAssunto: Re: O Bar Bourbon   Dom Mar 16, 2014 1:53 am

Vincent J. Schmitt escreveu:





Heroes Come Back




Ash me abraçou e um sorriso e uma gargalhada calma brotaram da minha pessoa, era ótimo ver ela novamente, ela estava linda como sempre, seu cabelo loiro parecia mais iluminado que dê costume e seus olhos azuis faiscavam de emoção. Beijei sua boca doce e senti o gosto da bebida que ela estava tomando, seria...Algo com Morango? Talvez, mas não importava, eu estar perto dela era o que realmente me importava naquele momento. Abracei ela bem forte, digno de ser considerado um abraço de Urso se eu colocasse mais força. Soltei ela e ouvi o que disse, dei um sorriso e falei:
- Estava morrendo de saudades - E lhe dei um selinho e então virei minhas atenções para Cher.
- Também é bom te ver, Cher, espero que não arraste minha namorado para um bar, todas as vezes que eu sair em missão. - Em seguida olhei para a outra garota e dei um sorriso esticando a mão em um comprimento - Prazer, sou Vincent J. Schmitt, líder da Tropa de Defesa, belo cabelo. - Comentei.




valeu @ cács!

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cherrie M. Artley
Patrulha de Defesa
Patrulha de Defesa
avatar

Mensagens : 6
Pontos : 6
Data de inscrição : 09/03/2014
Localização : Muros

Ficha do Morador
Dinheiro na Carteira: 200 dólares
Mochila:

MensagemAssunto: Re: O Bar Bourbon   Dom Mar 16, 2014 2:02 am

let's drink, bitches!

Olhei para o loiro em minha frente e sorri largo, dando de ombros como se não fosse culpada de nada.
-Veja bem, a culpa não é minha que só podemos fazer programação de garotas quando você está fora.
Dei o meu melhor sorriso falso. Adorava brincar com o Patrulheiro. Lembro do primeiro dia que nos conhecemos, quando fiz questão de fazer da sua vida um inferno só porque, na minha cabeça, ele ia "tirar" minha irmã de mim.
Mas, os anos se passaram e agora nós convivíamos muito bem. Morávamos até na mesma casa. Peguei minha bebida e dei mais um gole, o gosto de milho do whisky invadindo meus sensos e me fazendo dar um sorriso. Olhei para Eve que estava prestes a se apresentar para o garoto. Ela também me trazia lembranças, mas ela não tinha mudado nada, apenas o cabelo, que tinha radicalizado um pouco mais, e pintado de roxo completamente. Fiquei por ali observando tudo e todos, pensando como a vida para algumas pessoas podia ser tão.... absurdamente normal.

___________________
Cherrie Mackenzie Artley , love!
♣️ princess artley  ♣️ defence patrol ♣️ youger twin ♣️
'cause i am tnt, i am dynomite

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Eve Knight
Cientistas
Cientistas
avatar

Mensagens : 14
Pontos : 16
Data de inscrição : 09/03/2014

Ficha do Morador
Dinheiro na Carteira: 130 dólares
Mochila:

MensagemAssunto: Re: O Bar Bourbon   Seg Mar 17, 2014 10:25 pm

Farther Away


Eu observei enquanto o homem se colocava entre as duas garotas sorrindo. Eu não me senti muito bem entre eles, me senti como uma forasteira, bom na verdade já estava acostumada com aquele sentimento. Ele estava sempre comigo, como uma sombra vagando ao meu lado. O que me surpreendeu foi que eu realmente achei que elas estavam sendo sinceras quando disseram que se arrependiam dos acontecimentos passados. Eu não sabia exatamente o que sentia em relação a isso, e também não tinha tempo para pensar. Dei outra longa tragada no meu cigarro e me levantei.

- Gente eu tenho que ir, muito trabalho para colocar em dia - Eu disse forcando um sorriso.

Elas realmente se arrependiam o que tinham feito comigo e eu não tinha motivos pra odiá-las. Aquilo era coisa do passado. Eu não sabia o porque mas queria ficar sozinha naquele momento. Queria pensar. Eu acenei educadamente para as garotas e para o homem recém chegado e me dirigi a saída do bar.

A noite estava fria e úmida mas a chuva já havia acabado. Eu decidi andar um pouco por entre o distrito e meu corpo agiu por conta própria me levando cada vez mais perto dos muros.

Final

Thanks, Baby Doll @ ETVDF!

___________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Elisabeth Tash
Curandeiros
Curandeiros
avatar

Mensagens : 4
Pontos : 6
Data de inscrição : 22/03/2014

Ficha do Morador
Dinheiro na Carteira: 200 dólares
Mochila:

MensagemAssunto: Re: O Bar Bourbon   Qua Mar 26, 2014 11:20 pm

    Let's Have Some Fun Tonight!



Entrei no recinto. Muitas coisas passavam por minha cabeça. Horas antes eu havia presenciado a morte de um homem em minha frente e naquele momento, só precisava beber alguma coisa. Sentei em um banquinho e pedi ao barman uma dose do seu melhor wiskey. O homem sorriu para mim e me trouxe um copo. Enquanto a bebida era servida, parei para observar o movimento a minha volta. Alguns homens sentados e conversando alto, duas mulheres maravilhosas rindo com um homem e algumas pessoas sozinhas. Ao observar aquilo, percebi que meu copo estava cheio e levei-o a boca imediatamente. Pensei na efemeridade da vida durante o resto da bebida. Como uma pessoa feliz, conversando em um bar, no dia seguinte poderia estar em um leito do hospital, morrendo. Possivelmente ninguém reparou em mim, mas eu com certeza reparei em todos os movimentos a minha volta. Algumas pessoas também choravam nos cantos e algumas pareciam que precisavam bater em alguém mas no geral nada me assustou tanto quanto a imagem daquele homem caído em meus braços. Me peguei pensando nesse assunto de novo e pedi mais uma dose do bom e velho Wiskey Puro. Parecia que a noite não iria acabar.

Wearing : This

▲BY LOONY!





___________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Amber Woods Clermónt
Patrulha de Defesa
Patrulha de Defesa
avatar

Mensagens : 6
Pontos : 8
Data de inscrição : 23/03/2014
Idade : 24
Localização : Distrito.

Ficha do Morador
Dinheiro na Carteira: 200 dólares
Mochila:

MensagemAssunto: Re: O Bar Bourbon   Dom Abr 27, 2014 6:59 pm


A noite pairava calmamente no distrito, as estrelas brilhavam em um branco metálico, Amber estava em um demasiado tédio, Katy havia passado dias e noites no hospital por causa de sua irmã mais nova, a casa vivia em uma quietude insuportável, Amber simplesmente nutria um ódio daquilo. Trajava uma blusa xadrez e uma calça jeans preta, cabelos soltos que se locomoviam junto ao vento que soprava bruscamente anunciando uma tempestade que estava por vim, como se tudo ali já não estivesse em seus piores momentos. – A melhor dose de qualquer merda que seja bem forte. – Pediu enquanto formava-se em seus lábios um sorriso sínico, o atendente não comentou nada, apenas foi em busca de qualquer coisa que agradasse aquela mulher.

A loira dos cabelos dourados olhou ao redor, poucas pessoas, algumas conversavam enquanto outras apenas degustavam de bebidas e qualquer outra coisa que ocultasse o inferno que estavam presenciando, um pouco mais ao lado havia uma mulher loira, provavelmente uma curandeira, já havia a visto antes, foi algo tão rápido que mal conseguiu gravar seu rosto, porém lembrou-se ao buscar fortemente a lembrança. – Uma tempestade está por vim sabia? . – Comentou se aproximando da mulher que logo lhe respondeu de forma simpática, apresentando-se como Elisabeth. – Eu sou Amber, sou da patrulha de defesa. – Apertou com cuidado a mão que a mulher lhe estendeu. O atendente chegou e logo encheu o copo de Amber e da loira que estava acomodada ao seu lado, Amber lançou um olhar tenebroso para o atendente, por que diabos ele demorou tanto?– Você é uma curandeira, certo? – Indagou-a enquanto soltava a mão da mesma, levando sua própria mão para o copo preenchido pela bebida, logo bebericando o liquido no copo que desceu queimando sua garganta. Instalou a linguá, pousando a mão com o copo no balcão, aguardando a resposta da mulher.


___________________
Amber Woods Clermónt
o mundo poderia ser melhor,mas as pessoas oprimem demais as outras
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O Bar Bourbon   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O Bar Bourbon
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Distrito :: Distrito :: Bar Bourbon-
Ir para: