InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [FP] Colt "Buck" Ferguson

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Colt "Buck" Ferguson
Patrulha de Defesa
Patrulha de Defesa
avatar

Mensagens : 3
Pontos : 7
Data de inscrição : 14/03/2014

MensagemAssunto: [FP] Colt "Buck" Ferguson   Sab Mar 15, 2014 4:07 pm


Colt "Buck" Ferguson

Patrulha de Defesa e Parte Norte



Inglês



20



Donald Glover
CARACTERÍSTICAS FÍSICAS:
Medindo por volta de 1,79 m, Colt não é nem alto nem pequeno, como ele gosta de dizer esta na altura certa. Pesa 73 kg e é um pouco franzino, mas tem um corpo bem definido e musculoso. Gosta usar roupas mais formais e manter a sua distancia o máximo possível de qualquer tipo de ameaça dentro do possível, mas não liga de sujar as mãos, como seu pai lhe disse a um tempo atrás “ Se for morrer meu filho, morra com estilo”
CARACTERÍSTICAS PSICOLÓGICAS
Alegre e de bom humor sempre que possível, acredita que é melhor sorrir de como a vida é do que ficar se lamentando e chorando, bastante geek e fazendo referencia a filmes antigos semrpe que possível, gosta de se gabar de seus “feitos” durante o tempo que saira de uma fazenda nos redores de Londres e chegara nas portas do complexo. Não gosta muito de falar dos seus pais e evita ao máximo do assunto, já que a morte deles lhe traumatizara por um tempo e não é algo pelo qual gosta de ficar revivendo na sua cabeça. Fora isso ele fala de tudo e de tudos
HISTÓRIA

Nascido em uma fazenda as aforas de Londres, Colt vem de uma longa família de fazendeiros, que sempre dedicaram a vida a sua fazenda e a cuidar da mesma, mesmo com 5 anos ele cuidava das tarefas mais simples, como pegar ovos, alimentar os animais e pegar o café da manha, uma vida bem pacata e simples, que não foi interrompida ate ele fazer 10 anos, quando os primeiros Infectados começaram a sair dos centros capitais e “espalhar” a doença, rapidamente um de seus tios fora afetado por esta doença que ao que tudo parecida era somente uma febre forte, quem diria que tudo isso se devia a uma mordida que o maluco que andava pela fazenda dele, poderia gerar tanto estrago.
Não demorara muito para o que sobrara do exercito vir pegar a família dele e o garoto para leva-los para um local “seguro” fora da ilha em um navio supostamente imunizado, ele nunca entendeu porque acharam que o mar iria impedir de ficarem doentes, não demorara muito para pessoas começarem a ter febre e ficarem infetados. Agora era a hora de fugir do navio que cada vez mais ficava perigoso e sobre o comando de um comandante tirano. Seu pai Rooney, nomeado em homenagem a um velho jogador do antigo Manchester United, decidira que o melhor era tentar fugir com uma das barcas de emergência, em direção a América, essas embarcações de emergência normalmente possuíam provisões de 1 mês para 6 pessoas, então deveria ser fácil sobreviver por um bom tempo naquele local. Infelizmente para a família um grupo pequenos de outras pessoas a ouviram tramando a fuga e decidiram que eles entrariam no plano,  péssima decisão já que com o grupo maior não demorara muita para ser levado em conta a falta dessas pessoas, e o alarme tocar vários soldados se movimentaram, e começaram a atirar assim que viram o grupo fugindo, nem perguntaram ou avisaram nada somente abriram fogo. Aos poucos as pessoas ao seu redor caiam no chão, e o ultimo que Colt lembra é de sentir um empurrão do seu pai, um grito da sua mãe e o som do barco de emergência caindo na agua.
Por volta de dois meses a deriva no mar, ele chegara ao que parecia uma Nova York destruída, totalmente “vazia”, mal ele sabia que não era bem essa a realidade. No entardecer perto do fim do dia, o garoto andara pelas ruas que rodeavam a cidade com um sinalizador na mão e uma faca no bolso. E com algumas barras de comida e oque sobrara da agua potável, procurava por algum sinal que sobrasse de sobreviventes, mas ao que parecia naquele dia ele não teria sorte. Mas logo ouvira alguns sons de tiros abafados pela distancia, e grunhidos de feras que nunca tinha ouvido antes, de forma inocente correra em direção da confusão esperando por encontrar ajuda, mas só encontrar um pequeno grupo de Infectados que corria de forma selvagem na direção dele, alguns feridos e outros cheios de sangue, pareciam feridos e até um pouco assustados, mas ao verem o garoto indefeso e sozinho, pensaram que seria um festim para compensar as perdas que tiveram a pouco tempo atrás. O garoto demorara um pouco para ativar o sinalizador e atirar ele na direção do primeiro, mas o coice era grande e nunca tinha usado a arma, fazendo a mira subir e o rojão raspar de leve pela pele dura do “líder” do grupo que ficara cego por um segundo devido a grande luz que fora gerada na explosão do sinal. Sinal que também fora visto mais a frente pelo grupo de Defesa que estava “limpando” o grupo de infectados que tinha ousado chegar perto do perímetro “seguro”. O garoto corria, mas os humanos ferais eram muito mais rápidos e rapidamente o alcançaram o pegando pelas pernas, rápido no movimento retirava a faca fazendo um corte circular, e cortava tanto a carne e tendões do seu alvo, o fazendo hurrar de dor e ficar enraivecido, com a outra mão dera um soco no garoto que perdera completamente o ar e quase a consciência, forte mesmo para um garoto de 10 anos, se desculpara aos seus pais por não ter conseguido sobreviver por mais tempo, até sentir um som de balas rasgando o ar e afugentando os infectados, “Ele esta vivo?...Levem ele para o centro” foram as ultimas palavras que ouvira antes de apagar de dor.
Dormira por algumas semanas, devido a desnutrição, queimaduras de primeiro grau devido ao sol, e cansaço físico do corpo devido a todo esse tempo que ficara a deriva e a pequena luta que tivera com os infectados. Lhe foi explicado a situação e dado a oportunidade de morar dentro do complexo como os outros humanos ali, claro que lagrimas corriam pelos seus olhos e só conseguira falar, “Obrigado...”.

Levara uns meses para se adaptar novamente a uma vida "normal", já não tinha que desconfiar dos soldados que viviam constantemente em uma pilha de nervos, agora os "guardas" eram pessoas comuns que as vezes andavam armados dentro do distrito. Ele no começo vivera junto com outras crianças órfãs num pequeno predio perto da escola, a distancia pequena facilitava de as crianças faltarem muito, já que era tão perto que nao tinham que reclamar da distancia ou mesmo de ir, não era como se tivessem melhor coisa para fazer mesmo. Durante as aulas Colt não era muito extrovertido, e falava pouco ainda não conseguia se comunicar com outras crianças e simplesmente estudava, desejando obter conhecimento e mais força para um dia abandonar o distrito. Demorar um tempo antes dele começar a amar o seu lugar no distrito, por volta dos 15 anos, ele já estava mais conformado com o seu lugar, e até arrumara trabalho numa loja de agricultura na parte norte do distrito. A loja trazia velhas lembranças de como cuidar da fazenda, e agora mais velho usava mais seu antigo apelido, dado pelo pai, "Buck" assim tendo uma face mais amigável e deves em quando um sorriso.

Um pouco mais adulto, com 19 anos, Buck resolvera que era já passado o tempo de brincar de agricultor e lutar por aquilo que ele tinha conseguido, já morava a quase 10 anos no distrito e nunca realmente cuidara dele, somente vivera a sua vida esquecendo dos horrores que aconteciam fora essas muralhas, mas se ninguém defendesse elas estas um dia iria ruir e sua paz acabar, de cabeça erguida e com um pouco de medo, se dirigira até a Central dos Defensores e resolvera se alistar e começar o seu treinamento para se tornar um, esperando para o dia em que ele pudesse ter um papel mais importante naquele local que tinha se tornado seu lar.
copyright 2013 - All Rights Reserved for Larissa


Última edição por Colt "Buck" Ferguson em Sab Mar 15, 2014 5:54 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Willow Kuffman
Cannons
Cannons
avatar

Mensagens : 43
Pontos : 81
Data de inscrição : 10/12/2012
Idade : 21

Ficha do Morador
Dinheiro na Carteira: 500 Reais
Mochila:

MensagemAssunto: Re: [FP] Colt "Buck" Ferguson   Sab Mar 15, 2014 4:47 pm

Aprovado

Querido, Colt,
Sua ficha está realmente boa, adorei a história e achei muito boa!
Bem vindo aos grupos que escolheu, e bom jogo!
Obrigada pela atenção!
Staff

JESS

Template EXCLUSIVO da Administração

___________________
the good and the evil ,  this is war
♣️ the black sheep ♣️ don't fucking touch me ♣️
miss autonomy, miss nowhere I'm at the bottom of me

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
[FP] Colt "Buck" Ferguson
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Gam x Lobo -- Ravnos x Brujah -- Luta Louca de Bala!
» ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock
» o jogo Bucky

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Primeira Parada :: Registros :: Fichas :: Fichas Aprovadas-
Ir para: